CONCEITO

O que é empreendedorismo social?

Enquanto o empreendedor trabalha para obter lucro e resultados financeiros positivos, o empreendedor social trabalha para atingir resultados positivos de uma sociedade. Não que ele também não busque lucros, mas sua preocupação é muito maior em solucionar problemas sociais, que geralmente são negligenciados, por meio de sua atividade.

Esse modelo de negócio se utiliza de técnicas de gestão, criatividade, inovação, sustentabilidade e muitas outras em prol da melhoria do capital social de uma determinada comunidade, bairro, cidade, ou até mesmo de um país.

A lógica das empresas sociais é oferecer produtos e serviços de qualidade à população que é mais excluída do mercado tradicional. Dessa forma, trabalha para combater a pobreza e diminuir a desigualdade. Seus objetivos principais são a inclusão social, geração de renda e qualidade de vida, que também são rentáveis economicamente.

Qual sua importância?

A maioria das iniciativas como essas, de responsabilidade social, surgem de países subdesenvolvidos e são decisivas no crescimento da economia dessas zonas mais pobres. Porém, o impacto desse tipo de negócio tem repercutido pelo mundo todo. É a busca uma sociedade mais solidária e justa, traduzida também no desenvolvimento do próprio ser humano. É um desafio árduo e trabalhoso, porém necessário, pois volta sua atenção para incluir todos em uma vida mais saudável.

Vantagens?

Uma das principais vantagens do empreendimento social é a inserção de grupos de baixa renda na cadeia produtiva, melhorando suas condições de vida. Sua empresa se torna responsável por essa ação, o que pode gerar uma visão positiva de seu negócio.

Além disso, esse modelo encontra talentos em áreas menos favorecidas que antes não eram exploradas, garantindo acesso a idéias de melhoria que até então estavam sendo deixadas de lado. Assim, sua empresa pode transformar suas ações de forma criativa e consciente.

Outra característica é o favorecimento da economia local, fazendo com que a determinada comunidade tenha acesso a itens e serviços. Gerando esses empregos e colocando preços acessíveis nos produtos/serviços, essas pessoas têm condições de serem inseridas no mercado consumidor.

Características

Perfil: Para ser um empreendedor social é necessário ter um perfil arrojado, assim como qualquer tipo de empreendedor. Mas uma característica se destaca mais do que as outras: a filantropia. É necessário se dedicar a uma atitude solidária com o próximo, com os impactos e a transformação social, muito além dos lucros da empresa.
O perfil desse empreendedor não abandona o tradicional modelo dos negócios, apenas utiliza dos seus métodos para buscar inovação e práticas responsáveis de forma revolucionária.

Inovação: No momento em que vivemos, com a competição cada vez mais acirrada, não basta ter boas idéias. Participar do empreendedorismo social demanda também inovação e participação da vida comunitária por meio da empresa. Isso se torna inclusive um diferencial perante os concorrentes, por exemplo, para empresas que mostram preocupação sustentável com seus produtos.

Ampla atividade: Não existem restrições de negócio para praticar o empreendedorismo social. É possível atuar em uma empresa voltada à saúde, tecnologia, educação, ou até mesmo comércio. O ramo do negócio não é o mais importante, e sim as maneiras de exercer a sustentabilidade de dentro para fora.

Também não há limitação territorial, é possível olhar para além da comunidade próxima à sua empresa e ajudar pessoas que morem distantes, em locais que precisem de mais apoio, especialmente em assunto de educação e emprego.

Fonte: https://aberturasimples.com.br/empreendedorismo-social/

Saiba mais: 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishFrenchPortuguese