8 de Maio Dia Internacional da Cruz Vermelha

Efeméride

É a maior organização humanitária do mundo, conta com cerca de 97 milhões de voluntários, em 190 países. Tem como missão prestar assistência humanitária e social, em especial aos feridos de guerra e vítimas de catástrofes naturais, além de promover os Direitos Humanos.

Tudo começou num campo de batalha com milhares de soldados feridos e abandonados à própria sorte, por falta de assistência médica. Esta terrível visão, do campo de Solferino, Norte da Itália, inspirou, em Junho de 1859, o suíço Henry Dunant ao acto que se tornaria um grande feito.

Esta foi a semente da Cruz Vermelha. Na ocasião, Dunant  mobilizou a população local para que o ajudasse a tratar dos soldados de ambos os lados, dizendo a frase que se tornou o mote da instituição: “Sono fratelli”, ou  ” São Irmãos”.

Três anos mais tarde, Dunant publicou o livro “Uma Recordação de Solferino”, sugerindo que fossem constituídas sociedades de assistência em tempo de paz, com enfermeiros que tratassem dos feridos em tempos de guerra, e que estes voluntários fossem reconhecidos e protegidos por um acordo internacional.

Criou-se então o “Comité Internacional para a Assistência aos Feridos”, mais tarde renomeado para Comité Internacional da Cruz Vermelha.

Em 1863, representantes de 16 países e quatro instituições filantrópicas reuniram-se em Genebra, em Conferência Internacional, marcando a oficialização da Cruz Vermelha como uma instituição. Ainda faltava, no entanto, a garantia de que este serviço fosse reconhecido e respeitado internacionalmente.

Com este objectivo, o governo suíço convocou uma Conferência Diplomática que se realizou em 1864, em Genebra, onde participaram representantes de doze governos, que assinaram um tratado intitulado “Convenção de Genebra para o Melhoramento da Sorte dos Soldados Feridos nos Exércitos de Campanha”, reconhecido como o primeiro tratado do Direito Internacional Humanitário.

Posteriormente, foram realizadas outras conferências, ampliando o direito básico a outras categorias de vítimas, como os prisioneiros de guerra. Esta decisão foi muito importante e deu novo impulso à Cruz Vermelha por ocasião da Segunda Guerra Mundial (1939 à 1945); Dunant ganhou o primeiro Prémio Nobel da Paz, em 1901, e morreu em 1910.

O Comité Internacional da Cruz Vermelha também recebeu um Prémio Nobel da Paz em 1917, o único durante a Primeira Guerra Mundial, e outro em 1944, pelo desempenho na Segunda Guerra.

Nas festividades do centenário da Fundação da Cruz Vermelha, em 1963,  mais dois prémios Nobel da Paz: um foi para o Comité Internacional e outro para a Liga das Sociedades.

Fonte: http://www.angop.ao/angola/pt_pt/noticias/politica/2014/4/19/Hoje-Dia-Internacional-Cruz-Vermelha,c5929636-ec35-4d19-bae0-0c7b18af1bd7.html

Saiba mais: 

  • https://www.ocorreionews.com.br/chapadao-do-sul/08-de-maio-dia-internacional-da-cruz-vermelha-2/
  • http://www.radioboanova.pt/enfermeiros-realizam-caminhada-solidaria-no-dia-internacional-do-enfermeiro/
     
     

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishFrenchPortuguese